Dúvidas Levantadas sobre a atividade da Dan no Brasil com mergulhadores recreacionais

Seja o primeiro a comentar |

Oficio Enviado a Dan, para exclarecimentos de dúvidas, quanto a atividade no Brasil.

Olá, somos uma das mais antigas Escolas de Mergulho no Brasil. operamos com mergulho
recreacional e profissional, e outros cursos adaptados, para idosos, crianças e portadores de limitações, Nossos instrutores são fisioterapeutas, e fisiologistas. Gostariamos de informações quanto ao atendimento da Dan Brasil. Temos muitas duvidas acerca do atendimento de emergencias hiperbáricas, pois não vimos ainda nada de pratico, quanto ao atendimento de uma emergencia, visto que há uma decentralização muito ampla, nos pontos atendidos por uma Câmara Hiperbárica em termos de Brasil. Vi na Revista mergulho, dois artigos que me chamaram a atenção, e que meus 30 anos de mergulho profissional, atendendo represas neste Brasil, e  ministrando cursos amadores e profissionais, e profissionais da área médica, me induzem a perguntar:
No artigo, o autor, indicava para atendimento de emergencia, um telefone nos EUA, para orientação de procedimentos etc, e no site poucas informações, que afunila tambem para os EUA.
E com isso fiquei um tanto preocupado em saber qual é o proposito da Dan, e como procede o atendimento a seus segurados, no Brasil? Se possuem um centro de tratamento, ou parceria com profissionais de medicina hiperbárica disponíbilidades de  meios de transporte adequados, na agua e em terra, etc.
A outra questão é: Ví um barco de operação de mergulho, com um adesivo de filiação a Dan, e percebi que havia uma garrafa de O² puro, e perguntei ao marinheiro pra que servia o gas. Ele me disse aque era para ser usado com pessoas, que eventualmente, envolvessem com  um acidente de mergulho. Fiquei bem preocupado, sabendo que só um profissional qualificado e treinado poderia administrar O² puro, sem provocar entre outros, graus de letargia diversos, até convulsão e coma, na tentativa de minimizar o efeito de um acidente.Assim como, em algumas bases operadoras, ministram quantidades exessivas de O², em mergulhos de rotinas, até considerados rasos como em mergulho profissional até 4 ATM, compondo mix de gases longe de ser o ideal.
Fui visitado uma certa vez por um agente da Dan, e não me convenceu, na época sobre os propositos de atendimento no Brasil, pois em fisiologia de alta pressão,e acidentes hiperbáricos, a disponibilidade didática de profissionais da área médica, é precário, e com poucos recursos próprios, para atendimento, e só que tenho visto sobre a Dan Brasil, são informações de atendimentos nos EUA. que pouco ajudarão em casos de emergencias de gravidades, moderadas e gravíssimas.

Grato pela atenção, e informações solicitadas.

Atenciosamente.

Antonio Dias -

TC Scuba Mergulho- 16 36302033

_____________________________________________________________________

Caro Antonio,

Agradecemos seu interesse pela DAN e vamos procurar esclarecer suas duvidas.
A DAN Brasil é uma organização brasileira, sem fins de lucro, associada a DAN America www.dan.org
A DAN America foi fundada em 1980 pelo Dr. Peter Bennett, autor do livro ‘The Physiology and Medicine of Diving’ que está em sua quinta edicao e considerado uma obra de referencia na medicina do mergulho e hiperbarica.
A DAN Hotline é um servico prestado em carater humanitario pela DAN desde sua fundacao e a partir de 2001 passou a atender em Portugues e Espanhol. O telefone aceita ligacoes internacionais a cobrar de praticamente qualquer parte do mundo. A prestação desse servico é financiada pelos 300.000 mergulhadores que sao associados a DAN em todo o mundo.
Esse servico atende anualmente mais de 2.000 chamadas de emergencia do mergulho e orienta medicos e profissionais da area de saude de todo o mundo a tratar de mergulhadores acidentados. Sempre é importante lembrar que o acidente de mergulho é um evento raro e muitas vezes, medicos e profissionais da area da saude nao tem experiencia clinica no diagnostico e no tratamento do mal descompressivo.
A DAN organiza treinamento sobre medicina do mergulho para medicos e profissionais da area da saude. A edicão de 2008 fez parte do Congresso Panamericano de Medicina Hiperbarica da UHMS www.uhms.org e do Congresso Brsaileiro de Medicina Hiperbarica da Sociedade Brasileira de Medicina Hiperbarica www.sbmh.com.br
A DAN publica anualmente um relatorio sobre acidentes de mergulho que estao disponiveis para ‘download’ gratuito a qualquer interessado em http://www.dan.org/medical/report/index.asp
O curso de provedor de oxigenio da DAN existe desde 1990 e foi elaborado pelos medicos da DAN e da Duke University www.duke.edu. A importancia do uso do oxigenio em acidentes de mergulho estão amplamente documentada nos relatorios sobre acidentes de mergulho citados anteriormente.

Atenciosamente

Sophia Rovere
DAN Brasil
Fone:(19) 3707-1569
Fax:(19) 3707-1599

_____________________________________________________________________

Senhores,

Recentemente mandei uma solicitação a esta sociedade Brasileira, reiterando informações sobre a atuação da Dan ( Divers Alert Netwok) no Brasil,e como ainda não obtive respostas, gostaria de registrar novamente, como profissional diretamente interessado,e envolvido no trabalho subaquático amador e profissional, o necessário comentário desta sociedade, para que possamos informar nossos alunos da real situação, em nossos veículos de comunicação.
Pois bem, A Dan divulga, através de veículos especializados, sua atuação, promovendo filiações associadas, em suas mensagens de marketing, mas não explica adequadamente o real propósito de atendimento médico voltado a acidentes hiperbáricos, em nosso pais,( todos os exemplos são americanos),e a realidade no Brasil, é de muita cautela, diante de um acidente de mergulho, dado o grande aumento de credenciamentos no mergulho amador. Qualquer mergulhador iniciante sabe que acidentes do mergulho, modestos ou graves, deve ter um procedimento especializado, de urgência desde a remoção, primeiros socorros ate a recompressão em câmaras hiperbaricas, que em termos de Brasil, ainda estamos apenas começando. Apesar disso temos alguns centros de tratamentos, e profissionais competentes na área, atuando no Brasil, com modestos recursos, e modestas clinicas de atendimento.
Mesmo assim como profissional, recomendamos aos nossos alunos, e profissionais da área, que o envolvimento em um acidente de mergulho pode ter comprometimentos desastrosos em termos de Brasil, pelo simples fato da falta de estrutura e dificuldades desde a remoção adequada, transporte do acidentado, e todo procedimento necessário. Em cada caso, claro, haverá um procedimento característico, sem receitas de bolo, ao contrario do que se tem divulgado o marketing da Dan Brasil .
Nossa indignação é que a Dan- Brasil, não oferece tais condutas de tratamento, não possuem centros de tratamentos, não tem profissionais especializados no Brasil e meios de transportes adequados de acidentados. Seu método se resume em   assegurar o atendimento ao acidentado, por profissionais nos EUA, que passariam informações de procedimentos a profissionais no Brasil através de um telefone; e em nosso ponto de vista acidentes de mergulho não são simples assim, e ocorrem de maneiras diferentes, em pessoas diferentes, em profundidades diferentes etc. Outro dado preocupante são matérias divulgadas na mídia especializada onde o autor conta uma historia de um acidentado socorrido pela Dan, categoricamente vendendo um marketing de um fato, cujo procedimento certamente não ocorreu no Brasil, e o leitor confuso, acredita que todo marketing vendido na matéria foi acontecido no Brasil, ( se fosse, deveriam evidentemente citar nomes de profissionais, nomes de acidentados, meios de transportes utilizados, e hospital onde se procedeu ao tratamento.
Fico mais preocupado, com a  recomendação de 0² puro,e da quantidade, com que eles citam na matéria, parecendo ter desconhecimento total dos efeitos deletérios do 0² em alta pressão,em grandes quantidades quando metabolizados pelo organismo humano.
Assim sendo, independente de nossas indignações, gostaríamos de ouvir, parecer desta organização, para que possamos ter uma conduta de tranqüilidade, quanto ao futuro do Mergulho, desportivo e profissional em nosso pais.

Grato pela atenção,
Antonio Carlos M. Dias Santos
Instrutor CMAS 3-0009
Sintasa – 2008
CREF-060443-DvSP

 

____________________________________________________________________

Senhores:

Em atendimento ao seu e-mail enviado em 15 de abril deste ano podemos colocar as seguintes informações:
A Divers Alert Network (DAN) é uma entidade internacional muito conhecida e respeitada no meio da Medicina de Mergulho e Hiperbárica sendo uma valiosa fonte de informações sobre este campo. Temos contato com esta entidade já há alguns anos, particularmente desde o inicio dos trabalhos com a linha de telefone de emergência para acidentes de mergulho que a DAN mantém para a America Latina desde 2001. O propósito da DAN sempre nos foi colocado de maneira bastante clara, com objetivos de prestar orientação nos casos de acidentes de mergulho e de ser uma fonte de informações embasadas cientificamente sobre medicina hiperbárica e de mergulho. Sabemos que a DAN oferece alguns benefícios aos seus membros mas nunca soubemos que a DAN tenha se colocado como plano de saúde ou mesmo tenha tentado comandar as condutas que um médico deverá tomar no atendimento de um mergulhador acidentado. Neste sentido, devemos observar que a ação da DAN sempre foi de promover a disseminação do conhecimento médico nesta área e podemos dizer que em muito tem contribuído justamente para melhorar as condições de atendimento a mergulhadores acidentados. Temos informações sobre acidentes de mergulho recreativo bastante sérios que ocorreram no Brasil onde a atuação da DAN, justamente passando as informações necessárias aos envolvidos no acidente, incluído aos próprios médicos, foi de extrema importância na resolução destes casos.  Em relação ao uso do oxigênio a 100% na superfície, para o atendimento inicial no acidente de mergulho, este é um procedimento já descrito na literatura médica e que está devidamente embasado com dados científicos publicados em revistas médicas especializadas. Desconhecemos o fato de que a DAN ou mesmo a legislação nacional atual obrigue as embarcações de mergulho a apresentarem sempre uma fonte de oxigênio puro para um eventual acidente de mergulho e concordamos que este procedimento pode apresentar algum risco ao próprio mergulhador observando, entretanto, que nos parece que isto se deva mais a um manuseio incorreto do equipamento do que por efeitos deletérios do oxigênio nestas condições. Neste sentido, temos de observar que a própria DAN oferece um curso de treinamento sobre como manusear corretamente o equipamento de oxigênio (que por sua vez tem de ser dedicado a este tipo de atendimento). Ao que nos foi informado, inclusive pelo menos duas certificadoras internacionais reconhecidas no mergulho recreativo (NAUI /PADI) recentemente lançaram cursos de primeiros socorros em acidentes de mergulho onde este tipo de treinamento é também abordado, o que nos parece portanto que este é um procedimento já estabelecido pelo próprio mercado do mergulho recreativo.
A Medicina Hiperbárica e de Mergulho no Brasil encontra-se, atualmente, em processo de constante expansão e sugerimos que acesse o nosso site (WWW.sbmh.com.br) onde poderá observar a relação dos serviços médicos hiperbáricos atuantes no território nacional.
Sabemos que muito ainda pode ser desenvolvido nesta área em nosso País mas temos de observar que temos progredido de maneira concreta, como por exemplo com a publicação de diretrizes básicas de segurança e qualidade em medicina hiperbárica, fato este infelizmente inexistente na grande maioria de países em toda a America Latina. Este avanço se deve a um esforço de várias pessoas envolvidas na medicina hiperbárica incluindo parcerias com entidades de referencia internacional. Neste sentido, a própria DAN tem nos auxiliado de maneira muito importante através de informações técnicas especificas além de nos apoiar em eventos de grande importância. Em outubro do ano passado realizamos em São Paulo o nosso 4º. Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Hiperbárica, o qual ocorreu em conjunto com o 8º. Congresso Pan-americano de Medicina Hiperbárica. Estes congressos foram verdadeiros marcos na história da medicina hiperbárica no Brasil sendo que o apoio da DAN, colocando o seu curso anual de medicina de mergulho e hiperbárica como um curso pré-congresso, foi de fundamental importância para que conseguíssemos realizar o congresso com a participação de vários professores convidados internacionais. Salientamos, também, que durante este evento, assim como em outros encontros médicos anteriores, a DAN participou apresentado os dados coletados através da sua linha de emergência sobre a situação dos acidentes de mergulho especificamente no Brasil sendo esta, até o presente momento, a única fonte que dispomos sobre este assunto.
Assim, o que podemos colocar é que a DAN sempre se colocou como parceira de nossa Sociedade Médica e que, até o presente momento, vem correspondendo às suas propostas de trabalho. Caso o Sr. tenha dúvidas técnicas sobre como a DAN poderá auxiliar no caso de um acidente de mergulho, sugerimos que as mesmas sejam direcionadas à própria DAN.

Atenciosamente,

Sociedade Brasileira de Medicina Hiperbárica
fone / fax: (11) 3263-0611
sbmh@sbmh.com.br
www.sbmh.com.br

AGRADECEMOS  A ATENÇÃO DA DAN BRASIL, E DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA HIPERBÁRICA,EM RESPONDER E SOLUCIONAR NOSSAS DÚVIDAS, E ABRIMOS ESSE CANAL DE COMUNICAÇÃO, PARA MAIS DÚVIDAS OU COMENTÁRIOS, RELACIONADO A ESTE TEMA.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>